São CamiloVocação
 
 
 
 

Carisma Camiliano: como levar fé e esperança aos que sofrem?

05.11.2020 | 6 minutos de leitura
São Camilo
Carisma Camiliano: como levar fé e esperança aos que sofrem?

Estamos vivenciando um período inédito, a pandemia mundial do novo coronavírus nos pegou de surpresa. O que o mundo mais precisa nos dias de hoje é de fé e esperança, esperança de que tudo vai voltar a ser como antes, esperança de dias melhores e fé em Deus, mas também fé na humanidade, na medicina e na ciência. 

Talvez quem mais precise de esperança e fé nesse momento são os enfermos. Não só os que sofrem com a Covid-19, mas todos os enfermos, que sofrem em suas casas, mas principalmente nos leitos dos hospitais.

Muitas vezes durante o período de enfermidade, as pessoas com quem os enfermos mais tem contato são os profissionais da saúde, por isso é muito importante que essas pessoas possam transmitir-lhes fé, esperança e ânimo nesses tempos difíceis.

Por isso, nesse blogpost iremos dar dicas de como um profissional da saúde pode, a exemplo de São Camilo, levar fé, esperança e ânimo aos que sofrem algum tipo de enfermidade.

O carisma camiliano consiste, entre outras coisas, em reconhecer em cada pessoa doente o próprio Cristo crucificado e também sermos presença de Cristo para eles. Por isso, mesmo entre os leitos, diante de toda a situação de sofrimento, nosso papel é revelar a esperança de Cristo, que nunca nos abandona.

Tratar com Amor


Muitas vezes não será possível levar fé e esperança por meio de palavras, pois nem sempre o enfermo está consciente, porém muitas vezes os gestos de amor e cuidado falam mais do que muitas palavras.

Mesmo que seja somente por gestos, o amor é uma forma de levar fé e esperança aos enfermos. Na verdade o amor é uma decisão, é algo muito maior do que um simples sentimento, ou apenas palavras bonitas. 

Afinal, o maior ato de amor foi realizado no alto de uma cruz, não foi por meio de palavras, mas de uma atitude de entrega total. Esse é o verdadeiro amor, expresso em gestos. 

Em uma de suas frases São Camilo pede que os doentes “sejam tratados com mansidão e amor, lembrando as palavras do Senhor: ‘O que fizerdes ao menor destes, foi a mim que o fizestes’. Por isso, cada qual considere o pobre como a pessoa do Senhor”. 

Quantas vezes ao presenciar um ato de amor você não passou a ter mais fé e esperança na humanidade?

Com certeza alguém que está enfermo também terá essa mesma reação ao ser tratado com amor. Além disso, São Camilo dizia que devemos cuidar das pessoas como a própria mãe cuida de um filho enfermo.

Afeto e Ternura são elementos fundamentais do carisma camiliano e são também formas de expressar amor, levando fé, esperança e ânimo aos enfermos.

Tratar com os Enfermos com Empatia


Hoje em dia se fala muito em empatia, que é o ato de se colocar no lugar de outra pessoa, ou seja, fazer um esforço para tentar entender seus sentimentos. Pode parecer simples, mas requer muita atenção.

Se colocar no lugar é buscar compreender o que se passa no coração de uma pessoa, tentando fazer o possível para amenizar sua situação. 

Por exemplo, ao cuidar de uma pessoa, na hora de realizar algum procedimento necessário, se você tem a noção de que tal procedimento pode causar algum desconforto ou até mesmo dor, você cuida para executar com um cuidado redobrado, para causar o mínimo de incômodo possível.

Se você quer um bom exemplo de empatia para se inspirar, olhe para a parábola do Bom Samaritano, ensinada por Jesus. Essa parábola é uma passagem fundamental para o carisma camiliano, e ensina muito sobre empatia.

O samaritano olhou para o homem enfermo e se colocou no lugar dele, mas não apenas interiormente, ele demonstrou a empatia por gestos, colocou o enfermo sobre sua própria montaria, levou-o a uma hospedaria e tratou dele.

A empatia também é uma forma de levar fé, esperança e ânimo aos enfermos, e um jeito de dizer com o olhar e com os gestos: “Calma, vai passar!”

Mesmo que você não possa falar diretamente de Cristo para um enfermo, com certeza seus gestos de cuidado no tratamento estarão evangelizando, e você pode ter certeza que está sendo presença de Jesus para o enfermo, assim como ele também está sendo presença de Jesus para você.

Faça a diferença na vida das pessoas


Se você é profissional de saúde, busque fazer a diferença positivamente na vida das pessoas, daqueles que estão à sua volta, dos enfermos que você atende. Você não conseguirá mudar o mundo, mas com certeza poderá mudar o dia ou quem sabe a vida de uma pessoa.

Não se esqueça “Todas as vezes que fizestes isso a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes” (Mt 25,40).

Se essas dicas de como levar fé e esperança aos que sofrem tocaram seu coração, conheça mais sobre o carisma camiliano, nossa vocação é o cuidado aos que mais sofrem, os enfermos. Sempre com o olhar e a caridade cristã.

Você sabia que São Camilo de Lellis é o padroeiro dos doentes, hospitais e profissionais da saúde? Este santo lutou incansavelmente para proporcionar aos enfermos um pouco mais de conforto e cuidados em seus momentos de enfermidade, por isso, recorra sempre à intercessão desse santo, buscando imitar seus atos no cuidado aos doentes.

Se você gostou deste texto e quer saber mais sobre o nosso carisma e como levar a fé e a esperança aos que sofrem, preparamos para você algumas sugestões de textos que irão te ajudar. Confira!

Se você quer saber mais sobre os Camilianos, conheça o Infográfico Amor e Ternura em São Camilo de Lellis. Clique aqui!

Leia mais sobre como você pode fazer a diferença como profissional da saúde, tanto na vida dos enfermos e seus familiares como também na vida de seus colegas de trabalho:

A importância dos profissionais da saúde -  Clique aqui!

Ser presença de Deus no mundo da saúde - Clique aqui!

Mais em São Camilo
  •  
  •