26/07/2018 - Coisas que você precisa saber antes de ir para o seminário

Coisas que você precisa saber antes de ir para o seminário

Toda vocação é um chamado de Deus, mas requer uma resposta humana. O vocacionado, ao sentir seu coração arder por causa de uma grande missão, e por causa de um ideal que Deus já preparou para aqueles que ele escolheu para consagrarem suas vidas, deve colocar-se em um caminho de discernimento

Coisas que você precisa saber antes de ir para o seminário

Por Diácono Elielton José da Silva, MI


Toda vocação é um chamado de Deus, mas requer uma resposta humana. O vocacionado, ao sentir  seu coração arder  por causa de uma grande missão, e por causa  de um  ideal que Deus já preparou para aqueles que ele escolheu para consagrarem suas vidas, deve colocar-se em um caminho de discernimento em vista de entrar no seminário, lembrando que o seminário não é o ponto de chegada de uma vocação, mas um local onde o candidato realiza seu processo de discernimento de forma personalizada, o seminário deve ser um instrumento essencial que ajudará o candidato a se preparar para bem servir .  


A exortação Apostólica do Papa João Paulo II, Pastores Dabo Vobis, apresenta como fundamento da vivência de uma vocação consagrada o Espírito Santo, que é a fonte que conduziu a Cristo e permanece sendo a mesma que repousa e anima a vocação daqueles que Ele Chamou: “O Espírito do Senhor está sobre mim” (Lc 4, 18). O Espírito não está simplesmente “sobre” o Messias, mas “enche-o”, penetra-o, atinge-o no seu ser e operar. De fato, o Espírito é o princípio da consagração e da missão do Messias: “por isso me consagrou, e me enviou a anunciar a Boa Nova aos pobres” (Lc 4, 18). Em virtude do Espírito, Jesus pertence total e exclusivamente a Deus, participa da infinita santidade de Deus que o chama, elege e envia. Assim, o Espírito do Senhor se revela fonte de santidade e apelo à santificação. Este mesmo “Espírito do Senhor” está “sobre” a totalidade do Povo de Deus, que é constituído como povo “consagrado” a Deus e por Deus “enviado” para o anúncio do Evangelho que salva. Os membros do Povo de Deus estão “inebriados” e “assinalados” pelo Espírito e chamados à santidade” (Pastores Dabo Vobis, n.º 19). 


É preciso trilhar um caminho para que um chamado seja cultivado, nem sempre é fácil para aquele que sente o apelo divino à sua vida discernir sozinho qual é o chamado que Deus lhe faz. Outro desafio é quando sente o chamado, sabe que para uma consagração definitiva é preciso passar por um processo de formação, mas não sabe por onde começar. As incertezas e o medo de errar são algo que amedronta a vida do vocacionado que fica se perguntando: Será que Deus me chama mesmo? Qual carisma quero seguir? Para poder compreender melhor este processo apresentamos cinco pontos que são essenciais para aqueles que querem entrar para o seminário.


1º Ponto: Sentir-se chamado


“E Jesus lhes disse: ‘Vinde comigo, e eu farei de vós pescadores de homens’. Deixando imediatamente as redes, eles O seguiram” (Mc 1,17-18). O chamado é de forma particular e acontece no cotidiano da vida, nos acontecimentos simples da vida Jesus faz o mesmo convite que fez aos discípulos: “Vinde comigo...”.


2º Ponto: Participar da Comunidade 


“Deus chama sempre os seus sacerdotes a partir de determinados contextos humanos e eclesiais, com os quais estão inevitavelmente conotados e aos quais são mandados para o serviço do Evangelho de Cristo” (Pastores Dabo Vobis, n.º 5). É na participação da comunidade que o candidato se identifica com a melhor forma de servir a Igreja.


3º Ponto: Oração 


“Então Jesus disse aos discípulos: ‘Se alguém quiser vir após mim, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e me siga. Pois quem quiser salvar a sua vida, vai perdê-la, mas quem perder a sua vida por amor de mim, há de encontrá-la’” (Mt 16,24-25). A Oração capacita aquele que quer consagrar sua vida, é através da oração que o candidato consegue dar passos para uma definitiva consagração.


4º Ponto: Identificação com o carisma


“Ide também vós para a minha vinha!” (Mt 20,4). O candidato deve discernir além do seu chamado, para qual missão Deus o chama, por isso, é importante que o vocacionado identifique a “vinha” que o Senhor lhe preparou olhando os carismas de cada congregação. Identificar o carisma que lhe encanta é encontrar a missão à qual Deus lhe preparou.


5º Ponto: Abertura


“Como barro nas mãos do oleiro, assim estais vós em minha mão” (Jr 18,6). O vocacionado vindo para o seminário com abertura de coração proporciona que a formação recebida possa lhe preparar para enfrentar os desafios e as alegrias da vida consagrada que lhe espera.


 A vocação é algo belo e requer uma resposta consciente, para que possas perceber e responder o chamado de Deus em tua vida e no coração da Igreja, pois a messe é grande e faltam operários para a vinha do Senhor (Lc 10,2-3). No Evangelho de São João (1,36-39) quando João Batista aponta Jesus e diz: “Eis o Cordeiro de Deus”, dois discípulos ouvindo isso, colocaram-se no seguimento de Jesus. Quando Jesus os vê pergunta-lhes: “que procurais?” Eles responderam: Rabi (que quer dizer mestre), onde moras? E Jesus respondeu: “Vinde e Vede!”. Foram, viram, e permaneceram com Jesus. Esse é o convite que Jesus faz a você hoje: “Vinde e Vede!”.


 


26/07/2018 - 16:19:17

Compartilhe
 
Materias relacionadas
 
 

Cadastre-se para receber nossos conteúdos

 

Acompanhe nas redes sociais

  •  
  •  
  •  
    Copyright © Direitos Reservados.