São CamiloVocação
 
 
 
 

Como foi a conversão de São Camilo de Lellis?

01.07.2021 | 5 minutos de leitura
São Camilo
 Como foi a conversão de São Camilo de Lellis?

ão Camilo de Lellis, antes de alcançar a santidade, de viver uma vida de profunda entrega a Deus, trilhando um caminho de busca diária, antes mesmo de ser fundador da Ordem dos Camilianos, foi Camilo, que em sua trajetória de vida viveu intensamente no pecado, e então  passou por um processo de conversão.

Camilo de Lellis assim como cada um de nós, enfrentou em sua vida barreiras, desafios, alegrias e entregas, e deste modo foi formando-se desde sua infância. Sua história de conversão inicia a partir de seus 25 anos, quando Deus suscita em seu coração o desejo de ver a presença de Cristo nos doentes. 

A história de vida de São Camilo serve para nós como exemplo de vida, e nos impulsiona a mesmo diante de nossos erros, viver uma vida de entrega ao Bom Deus. Neste blogpost preparamos para você um breve resumo da história de vida e conversão de São Camilo, e esperamos que assim consiga ver um sinal de Deus para sua vocação.

#A infância de Camilo de Lellis

Em 1526 um jovem de 25 anos chamado João casava-se com Camila, uma mulher de aproximadamente 30 anos de idade. Embora não tenham casado por escolha própria, já que não era essa a tradição da época, pois os casamentos eram promovidos por algum familiar, o casal teve uma boa convivência. Apesar de João passar muito tempo longe do lar devido à vida militar. Ele era um homem de fé sincera, marido e pai afetuoso, mas, ao mesmo tempo bastante aventureiro, jogador e esbanjador. 

Quando Camila estava já aos 60 anos deu à luz um filho homem, na pequena cidade de Bucchianico na Itália, sendo batizado com o nome de Camilo de Lellis. Ainda enquanto estava grávida Camila teve um sonho que muito a preocupou, nele ela estava diante de algumas crianças, e logo à frente delas havia um menino mais alto, que usava uma cruz no peito, assim como todas as demais crianças. 

#A Conversão


Quando ainda jovem, Camilo levou uma vida desregrada, longe de Deus e entregue ao jogo. Ele chegou a perder até a roupa do corpo numa aposta. Sozinho no mundo e sem qualquer assistência humana, familiar ou financeira, passou por diversas privações, especialmente fome e frio, além de ser acometido por uma dolorosa úlcera no pé, que o acompanhou até o fim de sua vida.

No dia 2 de fevereiro de 1575, com 25 anos de idade, Camilo se converte ao amor de Deus, lamentando a vida de pecado que levara até aquele momento. 

Camilo cruzou com dois frades franciscanos, que vinham de Loreto e caminhavam para o trabalho. Ele os admirou de todo o coração e sentiu que aquele seria um sinal do Céu para que tomasse um rumo certo na vida.

Entre prantos de dor e arrependimento, ele se compromete a entregar sua vida ao serviço de Deus, fazendo voto de se tornar frade capuchinho. Foi para Áquila, onde morava seu tio, primo irmão de seu pai, chamado Frei Paulo de Loreto, que era religioso franciscano, um homem muito bondoso que já havia sido comissário de toda a sua Ordem na Espanha. 

Ao expressar seu desejo de ser religioso, teve o pedido recusado pelo tio que enxergou que Camilo estava mal de saúde e não parecia ter tomado uma decisão inspirada por Deus, mas sim numa tentativa ansiosa de acabar com a angústia de não ter um rumo definido em sua vida. Entretanto, acolheu-o com carinho e cuidou para que se recuperasse bem. 

São Camilo pensava que seria  Capuchinho devido  à sua grande admiração por São Francisco, mas Deus o fez ver que sua vocação era outra. Ao iniciar seu trabalho em hospitais e, por conta de sua chaga, que não o permitiu seguir com os Capuchinhos.

Camilo dirige-se então para o hospital São Tiago, em Roma, a fim de tratar sua ferida. Ali ele passa a cuidar dos enfermos e a descobrir sua verdadeira vocação: cuidar e servir a Cristo na pessoa dos doentes e mais necessitados.

# São Camilo Enfermeiro

O santo se esforçava para que todas as pessoas que cuidassem dos doentes os tratassem com todo o respeito e amor que mereciam, seus esforços não eram suficientes para que houvesse essa mudança real de pensamento e comportamento. 

Camilo se deu conta que isso acontecia porque na maioria das vezes o serviço aos doentes não era motivado pelo verdadeiro amor, e sim, principalmente por dinheiro, foi aí então que teve a inspiração de criar uma companhia de homens para servir voluntariamente, por amor a Deus e aos enfermos.

São Camilo ficou conhecido como um enfermeiro exemplar, a forma carinhosa com que servia aos doentes era motivo de grande edificação. Ao despedir-se, beijava os pés e as mãos dos enfermos, porque os considerava seus senhores e patrões.

E aí, gostou de conhecer um pouco da história de conversão de São Camilo? Esperamos que essa leitura lhe inspire a buscar discernir a vontade de Deus para a sua vida e reconhecer os sinais do chamado de Deus.

Para lhe ajudar, preparamos mais alguns conteúdos para conhecer esta devoção, leia mais: 


Mais em São Camilo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •