São CamiloVocação
 
 
 
 

Inspiração para momentos difíceis: a vida de São Camilo

07.07.2020 | 6 minutos de leitura
São Camilo
Inspiração para momentos difíceis: a vida de São Camilo

Capaz de acolher todos aqueles que estão procurando saúde, amor, paz, alegria e fé, São Camilo de Lellis é um dos grandes santos da Igreja, que nos mostra o quão importante é o zelo para com o próximo. 

Ele, um homem extremamente comum, repleto de fraquezas, mas que, quando decidiu aceitar o chamado de Deus, viu sua vida ganhar um novo rumo e um novo significado.

Mais do que nunca, precisamos falar sobre a história de inspiração do santo patrono dos enfermos, dos hospitais e dos profissionais da saúde, que deixou de lado sua própria enfermidade para cuidar do próximo.  Confira a seguir.

#Quem foi São Camilo?
A vida de São Camilo tem início em um vilarejo de Bucchianico, na Itália. Seu nascimento é muito parecido com o de São João Batista, uma vez que seus pais também já tinham passado da idade de ter filhos. O parto foi difícil, mas Camilo nasceu saudável, sendo uma grande alegria para todos!

Por terem se tornado pais com idade mais avançada, São Camilo os perdeu ainda muito jovem, levando no coração o exemplo e a inspiração de seu pai para tornar-se militar. Ainda quando seu pai era vivo, tentou se alistar ao exército, porém, sem sucesso pelo fato de ter apenas 16 anos. 

Mesmo com a difícil perda, Camilo não desistiu do seu sonho, até enfim ser aceito. Entretanto, sua carreira como militar não durou muito tempo.

Sozinho no mundo, ele viveu o que as ruas lhe ofereciam. Viciado em jogos de cartas, assim também como seu pai, ganhava muito dinheiro e, na mesma proporção, o perdia, chegando ao ponto de se encontrar como mendigo. 

E, exatamente nesses momentos de dor e sofrimento, Deus começava a falar ao seu coração. Demorou até que, certo dia, aceitou seu chamado e tomou uma decisão para com sua vida. 

Foi então que, Camilo resolveu ingressar na Ordem dos Capuchinhos. Contudo, não pôde permanecer no Convento por causa de uma enorme ferida no pé. Mas, essa, já é uma outra parte da história que você verá logo aqui abaixo!

#Uma ferida incurável 
Marcada em seu pé direito, São Camilo tinha uma ferida. Ele tentou receber tratamento no hospital de São Tiago, na cidade de Roma e, lá, descobriu que a chaga era incurável. 

Como não tinha dinheiro para fazer o tratamento, ofereceu-se para trabalhar como servente e conseguiu trocar sua força de trabalho pelos cuidados médicos. Mal sabia ele que, a partir daí, sua vida seria ainda mais transformada por Deus.

Foi neste mesmo hospital, que São Camilo teve a inspiração de começar o seu serviço para ajudar pessoas enfermas, por mais que, com uma ferida que não cicatrizava em seu pé, também fosse enfermo. 

Camilo atendeu ao chamado de Deus e abraçou com firmeza a sua missão de ajudar o próximo, de tratar cada doente como se fosse o próprio Senhor. 

Esse é um exemplo do agir de Deus em nossas vidas. Às vezes, de forma minuciosa e, mesmo nas dificuldades, precisamos acreditar nos planos do Senhor!

#Um amor inexplicável para com o próximo
São Camilo passou a ver nos doentes, o próprio Cristo. Passou a amá-los de todo o coração e a viver por eles e para eles. Os enfermos que tinham condições de se manifestar, agradeciam por todo cuidado e carinho recebidos das mãos de Camilo. 

Muitos, inclusive, se converteram ao serem cuidados por ele. Outros tantos, que não resistiram às doenças, faleceram na graça de Deus, pois Camilo os levou ao arrependimento e à confissão.

Chegou ao ponto de São Camilo ser reconhecido como fonte de fé para aqueles que necessitavam de esperança. Aos enfermos mais graves, o santo era um sinal de que Deus faria o melhor para eles.

#Nasce uma história
A vida de São Camilo começou a se propagar pelas regiões e, jovens de vários lugares, se juntaram à sua missão, disponibilizando-se e aceitando o chamado de Deus para segui-lo no cuidado amoroso e gratuito aos enfermos. 

Camilo sente-se inspirado a organizar uma companhia de homens de boa vontade para que se dispusessem a juntar-se a ele na missão dentro do hospital. No início, era apenas uma irmandade composta de voluntários dispostos a cuidar dos enfermos pobres, miseráveis, terminais e rejeitados por todos. Mas, com o passar do tempo, se tornou um lugar de acolhimento e de amor aos mais necessitados. 

Mostrando assim que, não precisamos conhecer o outro para ajudar. A bondade parte de nós, dos nossos corações. Seja por meio de palavras ou ações, somos chamados a levar um pouco de fé e de esperança a quem de ajuda necessita. 

Superando todos os desafios e dificuldades, São Camilo dedicou os últimos anos de sua vida para ensinar como cuidar e conviver com os doentes. Suportando horríveis dores nos pés, ia visitar os doentes em suas casas, sempre indo ao encontro dos mais fragilizados. Quando preciso, ele mesmo levava nos ombros os doentes para o hospital, dando graças a Deus por ainda conseguir ficar de pé. 

Após uma vida de doação integral aos enfermos, São Camilo faleceu no dia 14 de julho de 1614. Foi canonizado em 1746 e, em 1886, declarado padroeiro dos doentes, hospitais e profissionais da saúde.

A vida de São Camilo nos mostra que não precisamos nascer seres espetaculares, mas, em algum momento de nossa vida, Deus nos convida a sermos melhores, a seguir o caminho proposto por Ele e, aí sim, cabe a nós escolhermos que rumo tomar. 

São Camilo foi e ainda é uma grande inspiração, que nos faz pensar e olhar para o outro com um gesto de amor e caridade, nos ensinando que é preciso ter zelo e amor para com o próximo, pois somos filhos do mesmo Pai e precisamos ajudar nossos irmãos.

Quer saber mais sobre a história de São Camilo, de seus feitos e de suas dificuldades vividas? Baixe o e-book com a biografia completa dele aqui!

Mais em São Camilo
  •  
  •