VocaçãoSão Camilo
 
 
 
 

A ação evangelizadora da Pastoral da Saúde

22.10.2019 | 4 minutos de leitura
Saúde
A ação evangelizadora da Pastoral da Saúde

A Pastoral da Saúde tem um grande papel de evangelização dentro e fora da Igreja. É ela que tem o dever de conscientizar sobre os enfermos e tudo que está relacionado com a área da saúde. Conheça mais sobre essa Pastoral que traz vida para a Igreja!

O que é a Pastoral da Saúde?
Em 9 de maio de 1986, a Pastoral da Saúde foi oficializada pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e a partir desse marco ela começou a ser instituída em todas as dioceses do Brasil. As principais ações evangelizadoras desenvolvidas pela Pastoral são: acolher, promover, cuidar, educar, defender e celebrar a vida humana. A Pastoral trabalha em defesa da vida e em constante contato com a sociedade.

Ela surgiu com o compromisso de evangelizar com um novo ardor missionário o mundo e informar a população sobre o cuidado com a saúde, resultando em uma sociedade mais justa e em defesa da vida. O papa Francisco tem pedido a nós, católicos, para sermos uma "Igreja em saída". Uma Igreja que não seja acomodada, mas vá ao encontro das pessoas que mais necessitam.

Por isso, é importante que a Igreja converse com a sociedade, para que haja a "cultura do encontro", como tanto ressalta Francisco.

Os agentes da Pastoral
Os agentes voluntários que atuam na Pastoral da Saúde são essenciais para a sua articulação. Eles são responsáveis por todo contato e cuidado dos enfermos. Algumas das demandas da Pastoral são feitas nos hospitais e casas, mas em algumas dioceses do país, ela conta com centro de assistência dentro das paróquias, o que vai muito da realidade de cada uma.  
 
Possui um trabalho bem diversificado, que pode atuar em muitas áreas. Para organizar melhor a sua estrutura, a Pastoral da Saúde foi dividida em três dimensões


#1 - Solidária: são os trabalhos realizados nos asilos, casas e hospitais.

O objetivo dessa dimensão é vivenciar uma presença samaritana junto aos doentes e com o desejo de cuidar da fragilidade física, psíquica, social e espiritual. É preciso sensibilizar a sociedade sobre o sofrimento, buscando denunciar a marginalização dos doentes, dos idosos e portadores de necessidades especiais, e resgatar a dignidade humana dos enfermos.


#2 - Comunitária: tem o principal dever de conscientizar a população da busca pela saúde.


O agente da Pastoral nessa esfera tem a missão de auxiliar as pessoas capacitando-as para que compreendam a importância do cuidado com a saúde e possam ir em busca e lutar por melhores condições de vida no que diz respeito à: moradia, trabalho, salário digno, educação, saneamento básico, entre outros. 


#3 - Político - Institucional: o objetivo dessa dimensão é observar e fiscalizar os projetos políticos destinados à saúde. 

Ela atua junto aos que estão ligados à área da saúde e na formação dos profissionais. Buscando ter participação ativa nas reuniões que decidem as políticas de saúde da cidade, estado ou país. Ela procura métodos para educar as pessoas sobre a realidade da saúde, criando formações, informativos, sobre prevenção de doenças, e fazendo a sociedade voltar o olhar para a saúde.


Os Camilianos e a Pastoral da Saúde

Pelo carisma da misericórdia, a Ordem dos Ministros dos Enfermos tem como missão principal o cuidado aos enfermos, seguindo o exemplo de São Camilo, fundador da congregação. A maior vivência do carisma se dá dentro dos hospitais e, a Pastoral da Saúde atua como ação evangelizadora de toda a Igreja, com o compromisso de levar esse cuidado aos enfermos e a defesa da vida como principal meta. 

Junto à Pastoral estão presentes religiosos camilianos e leigos que atuam nas três dimensões pastorais (citadas acima). A Província Camiliana Brasileira conta com o suporte do ICAPS (Instituto Camiliano de Pastoral da Saúde), que procura promover a Pastoral da Saúde por meio de congressos, cursos, materiais bibliográficos e palestras que são realizadas em todo o Brasil.

Em 2007, no documento de Aparecida, a Pastoral da Saúde foi compreendida como, ‘‘a resposta às grandes interrogações da vida, como sofrimento e a morte, à luz da morte e ressurreição do Senhor’’.

Se você sente o chamado a fazer parte desta pastoral, comece agora mesmo a exercer o cuidado aos enfermos na sua comunidade! Ficou ainda mais interessado? Venha conhecer também o carisma Camiliano! Clique aqui! 

  •  
  •  
  •