São CamiloIgreja
 
 
 
 

4 lições que podemos aprender com a pandemia do novo coronavírus

11.09.2020 | 4 minutos de leitura
Saúde
4 lições que podemos aprender com a pandemia do novo coronavírus

A vida de outras pessoas passa pelas nossas mãos e também pelas suas, ainda mais no atual momento que vivemos. A nossa vida é o que temos de mais valioso. Não apenas tê-la, mas valorizá-la, promovê-la com cuidados, boas companhias e momentos engrandecedores é essencial quando pensamos em um futuro melhor. É preciso ter cuidado, desde a saúde física até a espiritual. Por isso, leia a Palavra de Deus, cuide da sua higienização e fortifique sua fé na rocha, que é Cristo. 

Por que valorizar a nossa vida? 

A vida nos surpreende, emociona e diverte, ao mesmo tempo, transforma e traz importantes reflexões e experiências que evoluem a alma. Ela vale o quanto a valorizamos. O ano de 2020 está sendo atípico e pegou muitas pessoas de surpresa: trouxe dor, tristeza e amargura, mas ensinou e mostrou lições preciosas. Nesses momentos, nos sentimos abalados, fragilizados e pensando se tudo tivesse sido diferente, mas não é possível voltarmos ao passado. Porém, nada é em vão e, de certa forma, nos mostra as falhas humanas e também aponta a direção para seguirmos e o que fazermos para melhorar enquanto humanidade e sociedade. 

Abaixo, separamos alguns tópicos e lições que podemos tirar de tudo isso para nos renovarmos e darmos mais valor à nossa vida. 

Preocupar-se mais com o outro

No momento atual, a maior prova de amor e valorização à vida é manter-se distante de outras pessoas. Pode parecer controverso, mas no momento é necessário. O isolamento social, devido à Covid-19, nos colocou sozinhos, e isolar-se nunca foi tão importante quanto agora. 

A pandemia nos mostrou que é preciso ter cuidado com o outro e estar sozinho é proteger vidas, seja da família, vizinhos ou pessoas de grupo de risco. Pessoas mais jovens são obras da natureza, pessoas mais idosas são obras de arte, e ambas são obras de Deus. Com a pandemia, aprendemos que podemos cuidar do outro apenas tapando a boca ao respirar ou tossir. 

Preocupar-se com o próximo também é válido na hora de ir ao mercado ou farmácia, pois comprar o essencial garante o acesso de todas as pessoas aos produtos. Outro exemplo é oferecer-se para realizar as compras de pessoas pertencentes ao grupo de risco. São pequenos gestos, mas ensinam e engrandecem a alma com amor e empatia, além de também salvar todas as vidas, inclusive aquelas que estão na linha de frente na luta contra a doença. 

Valorizar momentos

Durante a correria do dia a dia, deixamos passar momentos preciosos, como o convívio com a família. Brincar, conversar, colocar o papo em dia, compartilhar risadas acaba se tornando algo inviável quando nossa mente está focada em outra coisa, seja no trabalho, na faculdade ou nos desafios da vida. Porém, a falta disso tudo nos ensina a vivenciar e experienciar cada momento como se fosse único, fazendo com que a gente valorize ainda mais as pessoas, os momentos e as histórias a serem vividas. 

Cuide da sua saúde física e mental

Além de nos cuidarmos com as medidas de proteção indicadas pelos órgãos de saúde, é importante estar atento à saúde mental e física. Valorizar a vida é também prezar por ela. São pequenos hábitos saudáveis que fazem uma grande diferença no seu dia a dia, como: alongar-se, conversar com Deus, beber água, tomar sol, orar. Tudo isso contribui para uma vida mais longa, saudável e harmoniosa. 

Higiene pessoal

O uso do álcool em gel e a higienização das frutas, além de outros hábitos, são mecanismos de prevenção contra o coronavírus, mas também podem ser usados constantemente, pois garantem uma qualidade mais saudável nas práticas diárias. São medidas simples de higiene que podem salvar vidas. 


Além de todas as lições citadas, também não podemos esquecer da nossa espiritualidade, que nos sustenta para superar os desafios diários e vencer cada batalha travada. Estar próximo a Deus é também encontrar o alimento e salvação para o espírito. O momento é um convite de interiorização e elevação mental para que, fortalecidos na fé, possamos vencer as dificuldades. Procure agarrar-se cada vez mais à Palavra de Deus, a pessoas espiritualizadas, grupos de jovens e grupos de oração que estão sendo realizados nos meios digitais. Lembre-se de enriquecer a alma e transbordar vida: não espere ser amado para amar, não espere a mágoa para pedir perdão, não espere a dor para acreditar na solução, não espere o luto para reconhecer quem é importante, não espere a doença para valorizar a vida. Deus alimenta cada pássaro, mas não joga a comida no ninho, Ele também espera que você faça a sua parte e viva a vida de modo a valorizar cada segundo dela e seus aprendizados. 

Mais em Saúde
  •  
  •